Trata-se de um equipamento que utiliza a radiação eletromagnética de alta freqüência para estimular a produção de colágeno nas camadas mais profundas da derme sem danificar a pele e de forma não invasiva. Promove a melhora da celulite, gordura localizada e flacidez. Também é recomendado para a flacidez da pele da face.

rádio frequência 800

O tratamento é indolor, e a produção do colágeno neoformado pode ser percebida a partir de 20 dias após a primeira aplicação, clinicamente observada a melhora da textura e tônus da pele. Através de aquecimento indolor, promove melhora da flacidez da face, pescoço e colo e é indicado também no tratamento de flacidez corporal e celulite.

A definição do número de sessões depende do grau de flacidez, do objetivo a ser alcançado e da resposta individual de cada paciente. São recomendadas de 4 a 10 sessões dependendo do objetivo a ser alcançado e dos tratamentos associados. Os intervalos de aplicação para flacidez são de 15 dias. Durante as sessões a pele é aquecida até 42 graus e mantida assim através do aparelho por cerca de 3 a 5 minutos, em cada região.

O objetivo do tratamento é aumentar a temperatura do tecido no sentido de alcançar uma temperatura local de 40 ºC a 43 ºC, o que desencadeia uma seqüência de reações fisiológicas: o aquecimento do tecido induz o aparecimento de vasodilatação local e estímulo à formação de novo colágeno. Durante a aplicação, o calor é monitorado de acordo com o paciente e o termômetro. É usado de cinco a dez minutos de aplicação por região, portanto o tempo total de aplicação é de acordo com a necessidade do paciente.

O aquecimento tecidual endógeno é conseguido através das características construtivas para cada tipo de eletrodo aplicador, onde o fluxo da corrente elétrica de alta freqüência no tecido local provoca a elevação da temperatura por efeito joule (aquecimento seletivo tecidual): como resultado, as fibras colágenas contraem aumentando a síntese de um novo colágeno.

Além disso, há um incremento no aporte sanguíneo e vascularização na área promovendo a descompressão dos tecidos tratados, justificando os efeitos do fluxo da corrente de radiofreqüência na celulite, fibrose, aderências teciduais e flacidez de pele.

radiofrequencia

Resultado de radiofrequencia na região do pescoço

São benefícios da radiofrequência:

  • Melhorar a aparência da pele;
  • Melhorar a qualidade do colágeno e da elastina;
  • Reorganizar as fibras de colágeno e elastina;
  • Melhorar a microcirculação;
  • Melhorar a hidratação da pele;
  • Aumenta a oxigenação;
  • Acelera a eliminação de toxinas;
  • Reduz celulite;
  • Combate estrias e fibroses;
  • Melhora o aspecto das cicatrizes.

Indicações para a radiofreqüência:

  • Flacidez Facial (prevenção e tratamento);
  • Rugas Faciais;
  • Flacidez Corporal (abdômen, face interna coxas, braços, glúteos e outros locais);
  • Celulite;
  • Estrias;
  • Sequelas de acne;
  • Fibroses;
  • Aderências cicatriciais.

Contra indicações da radiofreqüência:

  • Gravidez;
  • Lesões cutâneas no local a ser tratado;
  • Em tratamento para o câncer;
  • Doenças do colágeno;
  • Problemas cardíacos;
  • Implantes metálicos;
  • Portadores de marca-passo.

  Fisioterapeuta: Karla Accordi