Imagem extraída da Internet

Imagem extraída da Internet

O sistema linfático é um sistema paralelo ao circulatório, formado por uma grande rede de vasos semelhantes às vias (vasos linfáticos), que se distribuem por todo o organismo e recolhem o líquido dos espaços existentes entre os tecidos, filtrando-o e direcionando a circulação sanguínea. Desta maneira, o sistema linfático, ao mesmo tempo, drena o excesso de líquido acumulado entre os tecidos e as toxinas do organismo, elevando a defesa do corpo contra doenças e infecções.

A técnica de drenagem linfática é feita por um conjunto de manobras específicas, que estimula o sistema linfático, contribuindo na eliminação do excesso de líquidos e toxinas pela urina. O fisioterapeuta direciona o líquido excedente pra os gânglios linfáticos que são responsáveis por essa eliminação, reduzindo o inchaço do corpo.

Indicação: Pré e pós-operatório, cirurgias plásticas, gordura localizada, celulite, retenção de líquidos, cansaço, desconforto muscular, gestação, TPM, insônia, gordura localizada entre outros.

A drenagem linfática contribui para a defesa do corpo promovendo relaxamento e reduzindo a ansiedade do dia a dia.

É recomendável que a técnica de drenagem linfática seja realizada por fisioterapeutas, pois é necessário possuir um conhecimento aprofundado sobre fisiologia (funcionamento) e anatomia do sistema linfático, já que existem contraindicações e cuidados.

Contraindicações: Febre, processos infecciosos, trombose, insuficiência cardíaca congestiva descompensada, hipertensão arterial não controlada e neoplasias malignas (câncer).

Então se você está com retenção de líquidos, ou quer manter a saúde e a boa forma, vale à pena recorrer à drenagem linfática manual sendo também importante associá-la a exercícios regulares e alimentação saudável e lembrando-se sempre que esta deve ser realizada apenas por profissionais qualificados.

Liliane Riedtmann – Fisioterapeuta